Universidade Lusíada de Angola lança Centro de Estudos Económicos

kalola Store

A Universidade Lusíada de Angola (ULA) lançou oficialmente, na passada terça-feira, 24, o centro de investigação económica, Cinvestec, com objectivo de produzir relatórios económicos e criar debates para aperfeiçoar a governação económica do País.

“O objectivo é ir muito mais longe, temos como meta publicar um tema por semana, e estamos convencidos que a partir de agora vamos conseguir”, afirmou o director do Cinvestec, Heitor Carvalho, durante a apresentação do centro de estudos.

“O objectivo não é apenas a produção científica, mas também a ideia de lançar um debate científico, um debate sério e que se baseie nos princípios científicos, na lógica e na coerência das afirmações sobre todos os temas que possam abarcar a economia angola e também a economia mundial”, realçou.

O site oficial do Civestec já conta com 25 textos, dos quais, um de economia e outras ciências, um de estatísticas, cinco de economia e desenvolvimento, seis editoriais sobre temas económicos e 12 sobre macro-economia.

Por sua vez, o decano da Faculdade de Ciências Económicas da ULA, Eurico Ngunga, de entre os 25 documentos já publicados na plataforma do centro, destacou os relatórios publicados trimestralmente.

Neste relatório “são encontrados dados quantitativos típicos de serem tidos em consideração para se primar por escolhas políticas e impopulares, juntamente com avaliações sistemáticas dos programas de gastos públicos, o que no nosso entender tem lavado a grandes reflexões com vista a promover o crescimento económico e a aperfeiçoar a governança económica de Angola”, alegou.

Durante o lançamento, também foram debatido temas como “Economia vs. Pandemia” e a ilustração de uma parte do que será o relatório financeiro do terceiro trimestre do País, que está ser elaborado pelo Cinvestec, e no qual se reflecte sobre o nível da actividade económica, da esfera externa e as políticas governamentais, incluindo o ambiente de negócios. Para além do compromisso com a investigação, a ULA espera que o centro apresente contribuições válidas para a sociedade.

Deixe o seu comentário

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.