Vandalismo causa prejuízos de 3,2 milhões de dólares nos Caminhos

Os Caminhos-de-Ferro de Luanda (CFL) registaram este ano prejuízos na ordem dos 1000 milhões de kwanzas (2,8 milhões de euros) devido a actos de vandalismo, informou o presidente do conselho de administração da empresa ferroviária angolana.

Segundo Júlio Bango, «a empresa não tem verbas para recuperar os equipamentos vandalizados por munícipes e esforça-se para manter os comboios operacionais».

O administrador dos CFL, citado pela agência noticiosa angolana (ANGOP), manifestou ainda preocupação «com o elevado número de acidentes na linha férrea, que causaram, até à data, a morte imediata de 16 pessoas, colhidas por comboios, e ferimentos graves em nove».

O responsável apelou, por isso, aos cidadãos para que «respeitem a sinalização ao longo do traçado ferroviário» e pediu «o fim da atividade comercial ao longo da linha, de forma a evitar mais mortes».

Fonte: Lusa

Deixe o seu comentário