MPLA reconhece Ilídio Machado e Mário Pinto de Andrade como os seus primeiros presidentes

Neste sentido, o conclave, segundo a sua resolução final, decidiu que o MPLA deverá homenagear, em tempo oportuno, as duas individualidades políticas.

O MPLA passa a contar, assim, oficialmente, na sua história, com cinco presidentes, nomeadamente Ilídio Machado, Mário Pinto de Andrade, Agostinho Neto, José Eduardo dos Santos e, doravante, João Manuel Gonçalves Lourenço.

“Agradeço o facto de a Direcção do Partido ter apostado mais uma vez na minha pessoa como candidato ao cargo de presidente do MPLA, e de ter merecido o voto de confiança da grande maioria dos delegados deste congresso, em representação de toda a massa militante, que acaba de me eleger como o quinto presidente do Glorioso MPLA, depois de nomes como Ilídio Tomé Alves Machado, Mário Coelho Pinto de Andrade, António Agostinho Neto e José Eduardo dos Santos, para os quais peço uma efusiva salva de palmas”, afirmou João Lourenço no seu primeiro discurso como presidente do MPLA.

Trata-se da primeira vez que figuras históricas como Ilídio Machado, Mário Pinto de Andrade, Viriato da Cruz, Manuel dos Santos Lima, Matias Miguéis são citadas num congresso do MPLA.

Com este reconhecimento, o MPLA acaba por fazer uma reconciliação com a sua própria história depois do tema das lideranças no MPLA ter levantado vários debates na comunicação social e nas redes sociais em Angola .

João Lourenço é o quinto presidente do MPLA e o terceiro Presidente desde a independência de Angola a 11 de Novembro de 1975.

1 comments

Deixe o seu comentário