Isabel dos Santos quis receber em dinheiro vivo após arresto de bens

kalola Store

A empresária angolana Isabel dos Santos tentou receber um salário mensal de 44 mil euros da Unitel em dinheiro e em mão, já depois de ver as contas arrestadas, escrevia esta segunda-feira, 13, o jornal português Público. A antiga accionista maioritária da Efacec tentou que a operadora angolana Unitel, de que é administradora, lhe pagasse os salários em dinheiro vivo, em vez de por transferência bancária.

O pedido terá sido rejeitado pelo conselho de administração da operadora, pelo que Isabel dos Santos ameaçou abrir um processo judicial contra os administradores da Unitel, acrescenta o diário. A posição de 25% na operadora é um dos bens da empresária arrestados pela justiça angolana no fim do ano passado.

O jornal português recorda que, tendo entrado em 2015 na Efacec, Isabel dos Santos acaba de ser forçada a sair da empresa de engenharia e produção industrial, com o Estado português a nacionalizar a posição de 71,73% que a empresária detinha há cinco anos. Isabel dos Santos assumiu o controlo fazendo uma triangulação accionista em geografias com regimes fiscais preferenciais e promotores de estratégias de planificação comercial e fiscal, diz também o Público, que relata que “para aterrar na Efacec, Isabel dos Santos sobrevoou Malta e a Madeira”. A nacionalização livra os compradores da Efacec de negociarem com a empresária, evitando o contágio com linhas empresariais que passam por Malta, pela Zona Franca da Madeira, Delaware e Chipre.

Deixe o seu comentário

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.