Trump dá ordem às empresas americanas para saírem da China

Donald Trump protagonizou esta sexta-feira o mais recente episódio da guerra comercial com a China, disparando um conjunto de mensagens no Twitter como retaliação ao contra-ataque chinês na guerra comercial em curso entre os dois gigantes económicos. E, pelo caminho, apanhou também o presidente da Reserva Federal norte-americana (Fed). Uma ofensiva que promete marcar o arranque do G7, este sábado.

“Quem é o nosso maior inimigo, Jay Powell [presidente da Fed] ou o Presidente Xi [Jinping]”, disparou Trump, culminando uma sequência de tweets sobre as duas notícias que marcaram a manhã de sexta-feira, nos EUA. Primeiro, o contra-ataque chinês as taxas impostas pelos EUA aos produtos chineses. A China aplicou taxas adicionais de 5% ou 10% sobre um total de 5.078 produtos com origem nos EUA, incluindo produtos agrícolas como soja, mas também sobre o petróleo (crude) e material aeronáutico, que entrarão em vigor a 1 de Setembro.

publicidade

“O nosso país perdeu, estupidamente, biliões de dólares com a China durante muitos anos. Roubaram-nos propriedade intelectual ao ritmo de centenas de milhares de milhões de dólares por ano. Não deixarei que isso aconteça! Não precisamos da China e francamente estamos melhores sem eles ! “, afirmou Trump, avisando: “As nossas grandes empresas americanas têm ordem para começarem imediatamente a procurar uma alternativa à China, incluindo regressarem aos EUA e fazerem produtos”, no território norte-americano.

Também esta sexta-feira, o presidente da Fed deixou o alerta aos mercados de que o banco central norte-americano enfrentava um “novo desafio”, referindo-se à política comercial imprevisível de Trump na actual disputa com a China.

“Como sempre, a Fed não fez nada ! É incrível que eles possam ‘falar’ sempre saber ou sem perguntarem o que eu estou a fazer, que será anunciado brevemente. Temos um dólar muito forte e uma Fed muito fraca”, rematou o Presidente dos EUA.

publicidade

Faça já a sua assinatura: formulário de assinatura
Contactos editoriais: jornalkandandu@gmail.com

Publicidade: vivenviaspress@gmail.com

Os mercados financeiros reagiram de forma negativa a esta nova vaga de notícias, com as bolsas dos EUA a sofrerem perdas na casa do ponto percentual.

Fonte: Público.

Deixe o seu comentário