Operação Lex: Álvaro Sobrinho alvo de buscas por suborno a Rangel

kalola Store

Álvaro Sobrinho, o empresário luso-angolano, ex-presidente do BES Angola e o maior accionista privado da SAD do Sporting, através da Holdimo, foi alvo de buscas da PJ no seu escritório nas Amoreiras, em Lisboa, no último dia 15, apurou o CM, suspeito de ter subornado o juiz Rui Rangel, no Tribunal da Relação, no processo que deu origem à operação Lex.

Nas buscas foram apreendidos documentos. Em 2015, o juiz devolveu, num polémico acórdão, trinta imóveis a Álvaro Sobrinho, no valor de 80 milhões de euros, que estavam arrestados por branqueamento de capitais.

A decisão de arresto fora tomada pelo juiz Carlos Alexandre, na sequência de uma investigação do DCIAP e acabou anulada por Rangel no recurso apresentado pelo arguido. Álvaro Sobrinho é suspeito de ter subornado o magistrado da Relação através do seu advogado, o antigo presidente da Federação Portuguesa de Futebol João Rodrigues, que já foi constituído arguido por corrupção activa.

Álvaro Sobrinho, que não está em Portugal, também deverá ser constituído arguido pelo mesmo crime quando viajar para Portugal, na investigação da Unidade de Combate à Corrupção da Pj.

Fonte: CM.

Deixe o seu comentário

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.